Hnit 3058

Uploaded 24. júní 2017

Recorded júní 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.395 m
748 m
0
7,8
16
31,17 km

Skoðað 0sinnum, niðurhalað 0 sinni

nálægt Barão de Cocais, Minas Gerais (Brazil)

As Serras da Cambota e do Garimpo estão localizadas no município de Barão de Cocais; na porção sul do Espinhaço Mineiro. Trata-se de uma área de transição, apresentando formações de campos rupestres e de altitude em sua parte superior e recortes de viçosa mata atlântica em suas encostas. É uma região de rara beleza, permitindo bonitos visuais de toda a região que engloba desde a Serra do Curral, Serra da Piedade e até o Caraça. É recortada por uma série de antigas trilhas oriundas da criação de gado, que permitem percorrer praticamente toda a extensão das serras.

O Trekking se desenvolve predominantemente no sentido Sul-Norte-Sudeste, formando um V invertido. Parte das proximidades de Barão de Cocais, se dirigindo em aclive à Serra de Cambotas. Já no platô interior predominam pequenos aclives e declives. Na sua parte final, passa pelas influências da Serra do Garimpo; prosseguindo em declive pelas imediações do Córrego do Una, o principal curso d’água que brota no interior da serra e que formará o Complexo das Cachoeiras de Cocais, um dos recantos mais bonitos e singelos de toda aquela região. Aproximando do Complexo, a trilha percorre trechos rodeados de mata atlântica, e novamente campos rupestres.

Com aproximadamente 25 km de extensão, é um trekking indicado não só para experientes; mas também como oportunidade para primeiras experiências em caminhadas mais longas ou pernoites no estilo natural. Pode ser realizada em 1 ou 2 dias. Para realização em 2 dias, o recomendável é acampar no estilo natural nas proximidades do afluente do Ribeirão do Una, cerca de 1h acima do Complexo de Cachoeiras. Além do visual aberto e amplo, outros principais atrativos da rota são as cachoeiras do Complexo de Cocais, que incluem as quedas do Chiado, Lajeado, Leão e Cocais.

Importante informar que, nas proximidades de Barão de Cocais e da estradinha de terra que segue para Caeté há a bonita Cachoeira de Cambotas. Já pros lados do Distrito de Cocais, nas influências do Córrego Una e pouco abaixo do Complexo de Cachoeiras de Cocais há o Sítio Arqueológico da Pedra Pintada, um atrativo a mais na região e que pode ser incluído na caminhada, conforme desejo do praticante. Há ainda o histórico Distrito de Cocais, que preserva alguns casarões e Igrejas que valem a pena ser visitados.

Resumo:
► Trilhas e Trajeto: Predomina o sentido Sul-Norte-Sudeste. Sombreamento em aproximadamente 15% do trajeto. Trecho inicial por estradinha de terra em bom estado que liga Barão de Cocais a Caeté. A trilha tem início na estrada e sobe até os Mirantes da Serra de Cambotas. No interior do sistema, há aclives e declives, com trilhas bem marcadas. Há diversas saídas que podem confundir, entretanto, sabendo a direção isto é minimizado, pois é praticamente possível visualizar todo o sistema. Em sua parte final, região de influência da Serra do Garimpo a rot acompanha o Ribeirão do Una; onde predominam declives. No Complexo de Cachoeiras recomenda atenção, pois há degraus e trechos em lajes; porém em momento algum é necessário uso de equipamentos especiais.

► Logística de Acesso: Como em toda Travessia, a logística de acesso-regresso costuma ser a parte mais complicada para o caminhante; pois quase sempre se tratam de pequenas localidades em que transporte público é escasso ou simplesmente não existe. Dependendo do dia e horário, essa situação muitas vezes exige a contratação de serviços de táxi ou então combinado com amigos; ou então restando a alternativa de se fazer longos trechos à pé por estradinhas vicinais. Portanto, avalie bem antes de realizar a travessia para não correr riscos de ter que ficar mais um dia no mato sem ter se programado para isto! Já para quem ir-retornar de automóvel, as estradinhas de terra encontram em bom estado.

► Reserva para Travessia: Para a Travessia não é necessário reserva; desde que não passe pelo Complexo de Cachoeiras de Cocais. Caso contrário, se desejar passar pelo Complexo de Cachoeiras de Cocais é necessário comunicar com o proprietário do lugar (Sr. Oliveira), solicitar autorização e confirmar a data, principalmente se a realização for em dia de semana. Há cobrança pelo acesso. Mantenha contato com o proprietário para confirmar o valor quando da sua visita.

► Camping: No alto da serra não há camping; restando a alternativa de acampamento natural. Já no Complexo de Cachoeiras de Cocais há camping com boa estrutura (Sr. Oliveira). Há comércio de bebidas e alguns salgados no lugar; porém o ponto comercial somente funciona em fins de semana.

► Água: Há alguns pontos de água pela rota, não sendo necessário transportar grandes quantidades. Mas no tempo da seca algumas fontes desaparecem; então nesses períodos fique atento e abasteça sempre em carga máxima. Fontes perenes estão no (1) Rego d'água logo no início da trilha, poucos metros abaixo da Estrada Barão de Cocais a Caeté; (2) Ainda na parte da subida para Cambotas, pouco acima do primeiro ponto; (3) no interior da serra, após a descida da Serra da Cambota; (4) Na descida em direção ao Complexo de Cachoeiras de Cocais; em afluente do Ribeirão do Una e no próprio Ribeirão do Una.
Fique atento e use sempre purificador!

► Exposição ao Sol: Intensa, pois há pouca sombra pela rota. Use protetor solar.

► Tempo de realização: O melhor período para realização dessa travessia é de abril a setembro; que é a época mais seca na região. Porém é quando as águas das cachoeiras estão mais geladas. Em dois dias seria o formato para se caminhar com calma e curtir os atrativos sem pressa. Mas é possível realização em apenas 1 dia; pois toda a rota perfaz aproximadamente 25 km; podendo ser reduzida optando pelo atalho na região da linha de transmissão/alta tensão; ou mesmo em pontos anteriores.

► Segurança: É uma travessia que permite diversas rotas de escape. Na região de Cambotas basta retornar para Barão de Cocais pela mesma trilha/estrada de início. No interior do sistema há pelo menos 3 opções de trilhas que podem encurtar a rota.
Há sinal de telefonia celular em alguns pontos da rota; em especial no alto da serra.
Ambientes naturais abrigam insetos e animais peçonhentos. Isto é natural e normal. Portanto ao manusear suas roupas e equipamentos verifique com atenção e rigor se não há presença desses animais ou insetos; evitando acidentes.
Varða

DIREITA Trilha Morro Antenas

DIREITAVaiparaAntenas
Varða

Até Aqui Cheg Carro. Início. Trilha à Direita

InicioEstradaCaete
Varða

H2O Boa: Abasteça

AguaBoaAbasteça
Varða

Portaria: Complexo Cachoeiras Cocais e Camping

CachuCocaisAcessoButecoCamping
Varða

Barão de Cocais: Centro

BaraoCocaisCentro
Varða

H2O Abasteça. Próxima água somente após descida de Cambotas

AguaÚltima
Varða

H2O Pouca: Seca no Inverno

AguaPoucaSecaInverno
Varða

ATENÇãO: Cruzar Cerca e Entrar Trilha à Esquerda

ATENÇAOesqTRILHAcapoeira
Varða

Prefira à Esquerda

TomarEsquerda
Varða

Cerca e Tronqueira: Chegada interior

TronqueiraBaixa
Varða

Serra de Cambotas: Mirante 1

CambotasMirador1
Varða

Mirador Oeste à Esquerda

MiradorCambotasEsquerda
Varða

Tomar Esquerda. Direita Escape 1

TomarEsquDireitaEscape1
Varða

TronqueiraCascalho

Tronqueira
Varða

Tomar à Esquerda

SairEsquerda
Varða

Tomar a Direita

TomarDireita
Varða

H2O e Sombra

AguaSombra
Varða

Seguir Esquerda: Atlho. Direita Escape 2

IrEsquerdaDireitaEscape2
Varða

Cerca Velha. À frente H2O: Abasteça

AguaCercaVelhaAbasteça
Varða

Cerca Caida. Campo à Frente

CercaCaidaCampoFrente
Varða

Tomar Esquerda. Erosão e Escape 3 à Direita

ErosaoTomarEsqEscape3
Varða

Alta Tensão 1

AltaTensao1
Varða

Crista do Morro Norte

Crista
Varða

Cume da Crista. Direita Morro Norte

Cume
Varða

Saída discreta à direita rumo ao Paredão

SaidaDirParedão
Varða

Tomar Trilha à Direita

TomarDireita
Varða

Portaria Sítio Arqueológico da Pedra Pintada

PedraPintada
Varða

Matriz do Rosário no Distrito de Cocais

MatrizRosario
Varða

BIFURCAÇÃO: Esquerda para Complexo de Cachoeiras

BIFURCACAOCachuEsquerda
Varða

Cachoeira de COCAIS

CachuCOCAIS
Varða

Matinha

Varða

Capoeira

Varða

Trecho Úmido. Logo à frente Tomar ESQUERDA

UmidoFrenteSairEsquerda
Varða

Alta Tensão 2

AltaTensao2
Varða

Saída da Matinha. Esquerda outra margem Sítio-Casa

SaiMatinhaCasaEsquerOutroLado
Varða

Cerca Velha Aberta

CercaVelhaAberta
Varða

H2O Riacho

AguaRiacho
Varða

Mirante Das Cachus

MiranteDasCachus
Varða

Curral Velho à Direita

CurralVelhoDireita
Varða

Estradinha: Seguir à Direita

EstradinhaDescerDireita
Varða

Cachoeira do Leão

LEAO
Varða

Seguir Reto

SeguirReto
Varða

Laguinho à Esquerda

LaguinhoEsquerda
Varða

Ponte de Terra: Cruzar Ribeirão

PonteTerraCruzaRio
Varða

Acesso à Crista

AcessoCrista
Varða

Trilha discreta à Esquerda

SaidaEsquerda
Varða

Cuidado: Arame Farpado

CuidadoArame
Varða

Cachoeira do Chiado

CachuPrimeira
Varða

Acampamento: Boa área

OpçãoCamp

14 comments

  • mynd af britofd

    britofd 29. jún. 2017

    Grande Chico!
    Obrigado por me apresentar mais um novo trekking, já entrou na lista de prioridades...rs

  • mynd af Francisco Chico Trekking

    Francisco Chico Trekking 3. júl. 2017

    Fala Brito, tudo em paz?
    Pois vá mesmo, creio que curtirá bastante!
    Abração, obrigado pelo comentário, bons ventos pra Ti.

  • danielsduarte 5. júl. 2017

    detalhadíssimo trekking!
    favoritado!
    Valeu, Chico!

  • mynd af Francisco Chico Trekking

    Francisco Chico Trekking 12. júl. 2017

    Valeu Daniel,
    Saudades de prosear contigo!
    Esse lugarzinho é bacanudo e de fácil logística heim? Vá e creio que gostará!
    Abraços

  • mynd af Rafael Tcheba

    Rafael Tcheba 7. jan. 2018

    I have followed this trail  View more

    A trilha é ótima para iniciantes no mundo do trekking que, como eu, buscam um treinamento para travessias mais difíceis. Aconselho a ir sempre em grupo.

  • mynd af Francisco Chico Trekking

    Francisco Chico Trekking 8. jan. 2018

    Obrigado pelo feedback e pela observação precisa Rafael.
    Bons treinos e boas pernadas pra Ti. Abraço

  • mynd af Rafael Tcheba

    Rafael Tcheba 15. jan. 2018

    Chico, fiz esse trekking novamente com algumas adaptações (regressei a Barão de Cocais). Inclusive utilizei seu texto original como base, alterando algumas informações segundo os nomes mais utilizados em nossa cidade e adicionando um material de mídia (vídeos e fotos) interessante pra quem quiser realizá-la. Caso se interesse, o link está aqui (https://www.wikiloc.com/hiking-trails/travessia-da-serra-do-garimpo-via-complexo-de-cachoeiras-de-cocais-22050506). Abraços!

  • mynd af Francisco Chico Trekking

    Francisco Chico Trekking 30. jan. 2018

    Ei Rafael, tudo bem contigo?
    Visitei o seu track e gostei muito. Aprendi mais sobre a região e seus acréscimos-correções são de muita valia. Se permite, vou editar o Blog e acrescentar as informações dos nomes locais, pois dou muita importância a isto. Afinal, nada mais preciso que as dicas de um nativo.
    Fico muito grato pela sua colaboração e gentileza!

    Um abraço, bons ventos pra nós!

  • phil ratton 6. okt. 2019

    I have followed this trail  View more

    Eu sou iniciante, por isso achei dificil. Nada impossível, foi incrivel a travessia. A rota foi ótima, deu tudo certo. Acampamos na área perto do riacho, excelente. Vistas e cachoeira espetaculares. Valeu Chico!

  • mynd af Francisco Chico Trekking

    Francisco Chico Trekking 8. okt. 2019

    Fala Phil
    Que bom esteve no trecho, é uma bela região. E realmente para quem está iniciando pode ser difícil, não pela trilha em si, mas pelo esforço continuado por horas seguidas. Mais umas duas ou três pernadas em sequência e verás como ficarás afiado eheheh...
    Muito obrigado pelo feedback, bons ventos pra Ti. Abraços

  • mynd af Hélio Jr

    Hélio Jr 14. sep. 2020

    I have followed this trail  View more

    Trecho inicial possui um aclive constante e forte em alguns trechos. Após a chegada no topo da serra o relevo fica mais suave e abre-se um extenso visual. Os principais atrativos estão na parte final da rota, que são as cachoeiras de Cocais. Se fizer esta rota em um fim de semana de calor, certamente encontrará as cachoeiras cheias, principalmente a do Leão e a do Véu da Noiva (Cocais). No inverno as fontes de água são escassas, algumas secam totalmente e outras ficam com vazão mínima. Recomendo uma autonomia de 2L por pessoa. No geral, uma caminhada bem agradável.

  • mynd af Francisco Chico Trekking

    Francisco Chico Trekking 9. okt. 2020

    Grande Hélio,
    Agradecido sempre pelas suas certeiras observações. Vc é fundamental meu caro!
    Abraços

  • mynd af Brunoeel

    Brunoeel 26. des. 2020

    Olá, Francisco! Td bem? Uma dúvida:
    Nesta trilha você adentrou no complexo de cachoeiras cocais e portanto tendo que comunicar ao sr Oliveira?

  • mynd af gleissondecampos

    gleissondecampos 2. feb. 2021

    I have followed this trail  staðfest  View more

    Obrigado Chico Trekking pela disponibilização do percurso. Travessia que vale muito a pena ser realizada. Abraço.

You can or this trail